Cinema Audio Society Awards | 2011

Melhor Mixagem de Som


BRAVURA INDÔMITA
Peter F. Kurland, Skip Lievsay, Craig Berkey & Greg Orloff


Comentário: O Oscar 2011 caminha para uma interessante pulverização, fruto de uma boa safra nos cinemas. A consagração de BRAVURA INDÔMITA, ao invês de A ORIGEM é uma boa saída para um filme muito bom, mas um tanto esnobado nas premiações. No Oscar em si, o duelo fica entre os filmes do Coen e O DISCURSO DO REI (que não foi indicado no Sindicato). O feeling é pelo faroeste, já que a guilda dos técnicos de Som, nos últimos anos, sempre emplacou seu favorito no Prêmio da Academia, incluindo a surpreendentre vitória de GUERRA AO TERROR.

—————————————

Cinema Audio Society Awards | 2011
Indicados | Premiados

Cinema Audio Society Awards | 2010
Indicados | Premiados

Cinema Audio Society Awards | 2009
Indicados | Premiados

Cinema Audio Society Awards | 2008
Indicados | Premiados

Article Categories:
AWARDS

Comments

  • Acho que, no caso de O DISCURSO DO REI *não* levar a maioria dos prêmios como ainda apontam alguns (meio improvável de isso acontecer), brigam na categoria A ORIGEM, A REDE SOCIAL e BRAVURA INDÔMITA. A ORIGEM tem a seu favor ser o mais barulhento dos filmes, o que significa muito para os votantes não muito atentos, mas de fato o filme é superior aqui, excelente em unir uma trilha pesadíssima com tantos diálogos e efeitos sonoros. Já A REDE SOCIAL tem um trabalho muito interessante, minimalista até. Bom, está meio imprevisível. Também estou achando que esse Oscar será bem dividido. O que será bem vindo, acredito.

    Mateus Selle Denardin 20 de fevereiro de 2011 11:04 Responder

Deixe uma resposta