AFI TOP10 – Comédias Românticas


“Você fica realmente louco quando está apaixonado”
Sigmund Freud

O instituto AFI define “Comédia Romântica”, o gênero de filmes que explora o desenvolvimento de um romance através de situações cômicas. 50 comédias românticas foram analisadas por um comitê de jornalistas (entre eles, Mauricio Silva Fº, do Spoiler Movies), por sua significância histórica, impacto cultural e reconhecimento de público e crítica. Eis o resultado:

1

LUZES DA CIDADE

Charles Chaplin
1931

Logo na primeira cena de LUZES DA CIDADE, um monumento é entregue ao povo da cidade. O que pode parecer apenas uma deixa para os primeiros malabarismos de Chaplin é na verdade a apresentação do povo como um personagem. E a multidão (refletida na tela) sorri, aplaude e se espanta ao encontrar o vagabundo dormindo sob o monumento ainda não inaugurado. E é justamente ao ver-se na tela que o público crê no vagabundo de Chaplin como um personagem real. Um flaneur na metrópole das entreguerras e da pós-Crise de 29.

2

NOIVO NEURÓTICO, NOIVA NERVOSA

Woody Allen
1977

NOIVO NEURÓTICO, NOIVA NERVOSA contém mais sutilezas intelectuais e referências culturais do que qualquer outro dos premiados com o Oscar de Melhor Filme e, ao obter esse prêmio em 1978, conquistou a façanha de derrotar STAR WARS. Um feito que marcou a carreira de Woody Allen como importante cineasta e roteirista. Repleto de dialogos e monologos é um filme de familiaridade instantânea.

3

ACONTECEU NAQUELA NOITE

Frank Capra
1934

ACONTECEU NAQUELA NOITE foi o primeiro filme a receber os cinco principais Oscars: Filme, Diretor, Ator, Atriz e Roteiro. A premiação foi mais do que merecida: O filme é uma pérola do bom humor e do otimismo – afinal, não podemos nos esquecer de que Clark Gable representa o cidadão médio que, de certa forma, enfrenta a arrogância dos poderosos. Não há como não gostar desta história.

4

A PRINCESA E O PLEBEU

William Wyler
1953

A PRINCESA E O PLEBEU é uma excelente e divertida comédia romântica da Hollywood dos anos 50. Produzido e dirigido pelo grande cineasta William Wyler, o filme conta a história de uma jovem princesa que, em visita oficial à Roma, mas entediada com a rotina de sua extensa agenda, decide sair escondida do palácio onde se acha hospedada, para conhecer anonimamente, e de perto, a vida das pessoas comuns da cidade.

5

NÚPCIAS DE ESCÂNDALO

George Cukor
1941

NÚPCIAS DE ESCÂNDALO é uma inteligente e sofisticada comédia. Realizado pelo cineasta George Cukor, o filme gira em torno dos incidentes e reviravoltas que ocorrem às vésperas do casamento de uma socialite da Filadélfia.

6

HARRY E SALLY

Rob Reiner
1989

A premissa de que homens e mulheres não podem ser apenas amigos é o tema principal de HARRY E SALLY, mais uma comédia romântica no interminável mar de filmes do gênero que faz uma análise apaixonada, porém óbvia dos caminhos que levam ao amor

7

A COSTELA DE ADÃO

George Cukor
1949

Comédia onde o casal de advogados Adam e Amanda Bonner se vê em lados opostos no tribunal, em um julgamento sobre uma mulher que tentou assassinar o próprio marido. Os embates no tribunal, alimentados ainda mais pela imprensa, acabam influenciando a vida do casal.

8

FEITIÇO DA LUA

Norman Jewison
1987

FEITIÇO DA LUA é uma comédia romântica baseada em abandono emocional e verdade comovente. Não satisfeita com uma história de amor, inclui outras cinco ou seis, dependendo do jeito que se conta, e admitindo-se que alguns personagens se envolvem em mais de uma. O filme se passa num Brooklyn que jamais exisitiu, onde a lua faz a noite parecer dia e enlouquece as pessoas de amore

9

ENSINA-ME A VIVER

Hal Ashby
1971

ENSINA-ME A VIVER é um clássico da década de 1970. Conta a estória de Harold (Bud Cort), um rapaz muito reprimido, com fixação por morte, funerais e suicídios. Tudo muda, portanto, quando ele se apaixona por uma mulher de 79 anos, Maude (Ruth Gordon) que tem o que ele não possui: humor e alegria de viver

10

ALGO PARA RECORDAR

Nora Ephron
1993

Article Tags:
Article Categories:
RANKINGS

Comments

  • poxa nao gostei, esses filmes sao muito antigos …sera que dar para colocar os filmes atuais…nem minha avo assistiu a esses pre historicos….

    GLEIDE 1 de julho de 2009 0:50 Responder
  • Da lista só não assisti “A Costela de Adão”. AMEI ver “A Princesa e o Plebeu” na lista e acho “Ensina-me a Viver” muito superestimado.

    Kamila 24 de junho de 2008 21:07 Responder
  • Preferia “Noivo Neurótico, Noiva Nervosa”, mas como não vi o clássico de Charles Chaplin, acredito que a primeira posição foi justa. Outros filmes que gosto bastante nessa lista são “Aconteceu Naquela Noite” e “Ensina-me a Viver”.

    Vinícius P. 24 de junho de 2008 17:37 Responder

Deixe uma resposta