Historietas Curiosas para crianças que gostam do Tio Oscar

Pelo segundo ano consecutivo, um diretor americano foi indicado por um filme “estrangeiro”. Ano passado, foi Clint Eastwood com CARTAS DE IWO JIMA; Esse ano, Julian Schnabel foi reconhecido pelo francês O ESCAFANDRO E A BORBOLETA.

A indicação de Joel & Ethan Coen por ONDE OS FRACOS NÃO TÊM VEZ em direção, marca a terceira vez na categoria que dois diretores são indicados pelo mesmo filme. A primeira foi em 1961, quando Robert Wise & Jerome Robbins levaram o Oscar de Direção por AMOR, SUBLIME AMOR. A segunda foi com Warren Beatty & Buck Henry por O CÉU PODE ESPERAR (1978).

As várias indicações em múltiplas categorias de Ethan & Joel Coen, os colocam numa seleta companhia que inclui: Walt Disney, Stanley Kubrick, Warren Beatty e
Kenneth Branagh. Os irmãos emplacaram quatro indicações (Filme, Diretor, Roteiro Adaptado e Edição – Sob o pseudônimo de Roderick Jaynes). Feito alcançado apenas por Warren Beatty e Alan Menken: Ser indicado quatro vezes pelo mesmo filme. Warren Beatty foi indicado por Filme, Direção, Ator e Roteiro por O CÉU PODE ESPERAR em 1978; Alan Menken recebeu quatro indicações em 2 categorias musicais por A BELA E A FERA EM 1991

Entre os atores, nove são indicados pela primeira vez. Dos outros 11, seis já ganharam um Oscar.

Marion Cotillard foi indicada por uma performance estrangeira. Quatro atores já venceram o Academy Awards por papeis interpretados em outras línguas: Sophia Loren (1961, Atriz por DUAS MULHERES), Robert De Niro (1974, Coadjuvante por O PODEROSO CHEFÃO – PARTE II), Roberto Benigni (1998, Ator por A VIDA É BELA) e Benicio Del Toro (2000, Coadjuvante por TRAFFIC). Outros indicados incluem Marcello Mastroianni (1962, 1977 e 1987), Anouk Aimee (1966), Ida Kaminska (1966), Liv Ullmann (1972), Valentina Cortese (1974), Isabelle Adjani (1975), Marie-Christine Barrault (1976), Giancarlo Giannini (1976), Ingrid Bergman (1978), Max von Sydow (1988), Gerard Depardieu (1990), Graham Greene (1990), Catherine Deneuve (1992), Massimo Troisi (1995), Fernanda Montenegro (1998), Catalina Sandino Moreno (2004), Penélope Cruz (2006) e Rinko Kikuchi (2006).

Cate Blanchett, que recebeu sua primeira indicação em 1998 por ELIZABETH é o quinto ator a ser indicado pelo mesmo personagem em filmes diferentes. Ela segue os passos de Bing Crosby como o Pai O’Malley em O BOM PASTOR (1944) e OS SINOS DE SANTA MARIA (1945); Paul Newman como “Fast” Eddie Felson em DESAFIO À CORRUPÇÃO (1961) e A COR DO DINHEIRO (1986); Peter O’Toole como Henrique II em BECKET (1964) e LEÃO NO INVERNO (1968); e Al Pacino como Michael Corleone em O PODEROSO CHEFÃO (1972) e O PODEROSO CHEFÃO – PARTE II (1974). Desses, somente Bing Crosby e Paul Newman venceram (Em 1944 e 1986, respectivamente).

Cate Blanchett também entra no seleto grupo de atores reconhecidos por papéis principais e coadjuvantes num mesmo ano. O grupo inclue Fay Bainter (1938), Teresa Wright (1942), Barry Fitzgerald (1944), Jessica Lange (1982), Sigourney Weaver (1988), Al Pacino (1992), Holly Hunter (1993), Emma Thompson (Também em 1993), Julianne Moore (2002) e Jamie Foxx (2004). Ninguém levou dois Oscars no mesmo ano.

E Cate Blanchett é a segunda atriz indicada por interpretar um personagem masculino. Linda Hunt venceu como coadjuvante em O ANO EM QUE VIVEMOS EM PERIGO (1983).

Roger Deakins é o primeiro diretor de fotografia a receber uma dupla indicação num mesmo ano desde 1971, quando Robert Surtees foi indicado por A ÚLTIMA SESSÃO DE CINEMA e HOUVE UMA VEZ NO VERÃO.

A indicação de quatro mulheres nas categorias de roteiro não tem precedentes na história do Prêmio.

Brad Bird é o terceiro diretor a receber uma segunda indicação na categoria de Filme de Animação: Como Bird, John Lasseter e Hayao Miyazaki já tiveram sua glória em sete anos de categoria.

A indicação de Marit Allen em Figurino é póstuma. Ela faleceu em Novembro.

Article Tags:
· ·
Article Categories:
AWARDS

Deixe uma resposta