A leitura do Oscar 2016

OSCAR LABEL

Em pleno curso da “Temporada Ouro” de Hollywood e divulgados algumas premiações importantes de diversas Associações de Crítica, já é possível fazer uma leitura mais apurada da disputa do Oscar 2016. As impressões abaixo são a nossa leitura, baseada em nossos recentes prognósticos:

MELHOR FILME

SPOTLIGHT (74,0%) é o atual favorito ao Oscar 2016, principalmente em Filme e Roteiro Original, e com boas chances também em Diretor, Ator Coadjuvante e Montagem. Logo em seguida aparece PERDIDO EM MARTE (69,0%), talvez por ser o “Guilt Pleasure” da temporada ou então pelo fato de ser o principal favorito ao Globo de Ouro de Comédia ou Musical, um prêmio que sempre alavanca as perspectivas para o Oscar. O pelotão que se segue está mais embolado, PONTE DOS ESPIÕES (59,0%), O REGRESSO (57,3%), BROOKLYN (50,7%), O QUARTO DE JACK (48,3%) estão em ligeira queda, mas “lock”. CAROL (54,3%) e MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA (46,2%) estão em franca ascensão, almejando até o premio principal, se as guildas seguirem a tendência das associações de critica. Por fim, pelas ultimas vagas (e ainda em aberto) estão DIVERTIDA MENTE (39,7%), CREED (35,3%) e OS 8 ODIADOS (29,8%). STEVE JOBS (29,3%) e A GAROTA DINAMARQUESA (14,7%), parece, estão fora.

MELHOR DIRETOR

A categoria segue a tendência da de Melhor Filme: Hoje, Ridley Scott (62,5%) e Thomas McCarthy (58,5%) estão empatados na margem do erro. Com Scott descendo, McCarthy subindo, em breve haverá a reversão e a lógica de associação com a categoria principal. Em seguida aparece Alejandro González Iñárritu com 50%, estagnado por enquanto até sabermos se a falta de buzz é mesmo pelo filme, ou pelo fato de ninguém tê-lo visto. Na esteira dos críticos estão George Miller (40,5%) e Todd Haynes (37,1%), subindo meteoricamente, assim como seus filmes na categoria principal. Steven Spielberg (30,1%) seria o sexto contender de uma lista que parece fechada, por enquanto.

MELHOR ATOR

Os números falam por si só: Leonardo DiCaprio (69,0%) é o principal favorito na categoria pelo Oscar que há anos deveria ser seu, mas pelo acaso não foi. Está 12 pontos a frente de seus principais oponentes,
Matt Damon (57,5%) e Johnny Depp (54,0%), cujas pretensões ficam mesmo na indicação. E bem a frente de Michael Fassbender (52,0%), cujo filme foi um fracasso e de Eddie Redmayne (46,0%), em queda livre com suA GAROTA DINAMARQUESA. Ian McKellen e Michael B. Jordan correm por fora, mas precisam de buzz para surpreender.

MELHOR ATRIZ

Brie Larson (79,0%) está se descolando das adversárias em um grupo que aparentemente está fechado. Sua principal adversária é Saoirse Ronan (70,5%) cotada desde o principio, lá em Janeiro com Sundance. Logo em seguida aparece Cate Blanchett (61,5%), muito premiada e, portanto, discreta na competição. Jennifer Lawrence (51,0%) será indicada por inercia e provavelmente será a única indicação de JOY. Por fim, Charlotte Rampling (43,0%) fecha o quadro com chances mínimas, nem de longe ameaçada por Carey Mulligan, cuja AS SUFRAGISTAS sumiu do radar.

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Boa briga entre Sylvester Stallone (60,0%) e Mark Rylance (57,0%), empatados tecnicamente. E ainda mais com Mark Ruffalo (50,0%) e Michael Keaton (49,0%) em seus calcanhares, os holofotes sobre SPOTLIGHT, aparentemente o filme do ano. Aliás, essa é uma das categorias mais disputadas, ainda com Tom Hardy (37,0%), Paul Dano (34,5%), Idris Elba (24,3%) e Benicio Del Toro (21,0%) almejando algo. Mas a briga, aparentemente, se polariza entre os dois primeiros.

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Cheira a fraude essa categoria, o que a torna imprevisível: Alicia Vikander (57,0%) é a favorita. Era por A GAROTA DINAMARQUESA que flopou e donde era protagonista, mas aos poucos, com a divulgação dos prêmios da critica, será por EX-MACHINA, donde também é protagonista. Jennifer Jason Leigh (52,9%) é sua concorrente direta, provavelmente pelOS 8 ODIADOS que frustrou expectativas, mesmo assim indicada ou por falta de opção, ou talvez por ANOMALISA. Kate Winslet (47,0%) é lock, coadjuvante nessa categoria também. Rooney Mara (41,0%) é outra protagonista vendida como coadjuvante o que lhe atrapalhan e certamente divide os votos. Por fim, Jane Fonda (39,0%) que sumiu na disputa e, agora, ameaçada por Elizabeth Banks (34,0%), Joan Allen (30,0%) e, principalmente, por Kristen Stewart (21,1%) que sobe vertiginosamente. Agradeçam ao César.

MELHOR ROTEIRO

SPOTLIGHT é amplo favorito entre os Originais, abrindo uma larga vantagem diante de seu oponente direto, DIVERTIDA MENTE. Entre os adaptados, a disputa é mais direta entre STEVE JOBS e O QUARTO DE JACK.

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

DIVERTIDA MENTE, com 99,9% de chances de indicação é o principal favorito num grupo fechado que repete as indicações da Guilda, senão um loteamento entre os principais estúdios (E que se completa com ANOMALISA, O BOM DINOSSAURO, SHAUN: O CARNEIRO e SNOOPY E CHARLIE BROWN: PEANUTS, O FILME). O detalhe é que a Gkids está de fora, em uma categoria a parte, e sempre surpreende nas indicações. Será que O MENINO E O MUNDO e THE PROPHET emplacam?

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

Três filmes aparentemente fechados nessa disputa: O FILHO DE SAUL (Hungria), CINCO GRAÇAS (França) e QUE HORAS ELA VOLTA? (Brasil) e exatamente nessa ordem, sendo que o filme húngaro está imbatível. LABIRINTO DE MENTIRAS corre por fora e a quinta vaga é uma loteria.

MELHOR DOCUMENTÁRIO

A briga está polarizada entre AMY e O PESO DO SILÊNCIO. Sendo que o primeiro começa a se descolar.

Article Tags:
Article Categories:
AWARDS

Deixe uma resposta