Carro Rei

Eita HOLY MOTORS! Que forgansa é essa que Renata Pinheiro filma? Que Dalva de Oliveira nos canta? Essa película com cheirinho de novo, não tem que segure, faz gosto a gente vê: tem carro de punhá com cara de assassino, desses a galope em avenida cheia de jumento que parte danado feito o sururu; tem taxista painho que é veio, trombudo, zombô da prosa de Zé Macaco que botou voz nos carros tudo, mas depois grudô no sujeito, cheio das intenção; e tem o profeta-menino nascido no couro, imburacado das ideia do carro bexiguento, esses Bixiga-lixa de quatro jante dos inferno que se disse amigo, mas é chapéu de touro, enganou todos os moleque pra tomá goró de gasolina azul, enfeitá o juízo e fazer tudo de mamulengo.

Oxi… e esse Matheus Nachtergaele? É Zé Macaco que chama? Um personagem todo presepeiro e pai d’égua, líder da “resistência” dos carro falante, que sarra-sarra em pole dance e depois vai lá, se abilolar na fala mansa do CARRO REI, um zumbi sem escuta, sem voz, sem consciência da dominação, rapariga do ferro velho que se acha um fascistinha sertãopunk e logo se engraça do carro-alpha para fazer as coisas, levar toda a família para marretar os carrinho-minion, enquanto o carro rei fica ali no lero-lero do discurso biroliro do caos.

E arreda o filme, porque o carro tá cá gota-serena e o bafafá não tarda começá… e Renata ali, no baião do carro safado chorado de uma sanfona, triângulo, flauta doce e acordeão, ondonde só falta cumpade Mané Bento. Filma CHRISTINE em Caruaru e o faz arretado demais, misericórdia! Os objeto virando gente, gente virando objeto e nós, o público mundiça, nesse miolo de pote, tudo abestalhado vendo esse Herbie cangaceiro comendo asfalto, arriando o óleo, fazendo racha nessa avenida gostosa (“Eu quero é lava a jato!). E o filme vai nos amancebando nesses tons metálicos, ora político, ora sexy, sempre engraçado e filosófico nessa alegoria de revolução utópica, mas hey baby, já vou logo avisando que não é pra gringo ver. Esse filme (B?) é mucho gusto ambicioso, mas frágil também. Fascinante, diria Mercedes.

RATING: 73/100

TRAILER

Article Categories:
REVIEW · ROTTERDAM

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.