Dovlatov

DOVLATOV


Ao fundo se ouve jazz. Sergei DOVLATOV adora jazz, como talvez toda a sua corte em Leningrado. Gosta porque é americano, é livre, é improvisado, a própria antítese desse universo soviético que Aleksei German Jr filma, não uma vida (de fracassos?), mas apenas seis dias de juventude, imersos na neve, na nevoa, nessa fumaça desbotada que sufoca, a perestroika, o glasnot, as idas e vindas de ser publicado e nunca o ser de fato. Antes do sucesso, do tal “livro invisível”, vendido em edição de bolso, em pupa acinzentada que desfarela ao toque, mas que vendeu milhares e depois milhões de exemplares, o cineasta se concentra nesses primeiros dias, antes de Nova York, antes do jazz, antes do aparente (e único?) sucesso que o transformou num superstar da literatura russa.

Então, estamos nos anos 70 e sob a cortina de ferro. Há ecos de liberdade, de Gorbatchov, um aparente descongelamento que desbota a tela. Alexey filma seu protagonista ainda jovem, em certa boemia, em suas desventuras de 30 anos. Mesmo que o vejamos exaurido, olhar cansado e ombros caídos, Sergei ainda é jovem e cheio de esperança. A projeção caminha entre a vida privada e o burburinho político, sem idealizar, nem desenterrar qualquer sujeira pessoal. Apenas Dovlatov como ele é (ou foi), imerso ao casamento, aos familiares, nas tentativas de publicação, um personagem “seinfieldiano”, o elo perdido da geração Beatnik, isso em russo, fragmentado em anedotas e esquetes, donde todos se reúnem nos porões, em torno de uma grande mesa para discutir até a manhã seguinte.

Uma espécie de INSIDE LLEWIS DAVIS, a mesma atmosfera de fracasso, a mesma desilusão com as habilidades criativas, um resumo bastante sombrio da vida à frente. Ou então, PATERSON, cheio de citações e esboços, de ditos ambíguos e absurdos. O detalhe é o autor, a sina de Aleksei em filmar seu país como um velho museu e, dessa vez, através de um único personagem, extremamente comum, ou como diria o próprio Dovlatov, uma “tabula rasa”.

(*) Crônica livremente inspirada do material cedido pela Alpha Violet, incluso notas de produção e entrevista com os diretores
RATING: N/T

TRAILER

Article Categories:
BERLIM · PREVIEW

Deixe uma resposta