Elle

elle


SHOWGIRL: Na tela, Isabelle Huppert, seu gato, a janela, o delito e o suspense. Também os traumas, o fetiche, a noite e seus tons de cinza. Os desejos. A sedução. De uma atriz que outrora, nos fascinou com suA PROFESSORA DE PIANO e agora é apenas “ELLE” aos olhos de Paul Verhoeven, sua rotina, seus métodos. À espreita, um desconhecido. O HOMEM SEM SOMBRA e suas luvas. O INSTINTO SELVAGEM e seus mistérios. Também o público. E essa é a maior obsessão. Pelo cinema, por Huppert, pelo jogo de gato e rato, caça e caçadora. Estamos eletrizados.

O roteiro beira o sublime pela arte da ambiguidade, um twist entre thriller, ação e comédia, margeando pelo desejo e pelos homens. Ora sórdido. Ora leve. O efeito é sempre ambíguo. Flutuante. Intrigante. De um momento tenso, vemos de repente, uma tirada espirituosa, meio que nas entrelinhas dos irmãos Coen, mas na verdade o texto (o livro) é de Philippe Djian. E dessas vigorosas palavras, o cineasta vai moldando, aos poucos, sua personagem, tal qual se fosse uma escultura, a personalidade, as neuroses, a força e o espirito. E naturalmente com Huppert, o que torna tudo mais autêntico. E é assim porque aborda uma mulher poderosa. A cena inicial já sublinhando isso, nos títulos, no escuro, diante da trilha perturbadora, a claustrofobia crescente, os gritos, o crime, o gato como única testemunha… ali, o filme abre com Huppert recolhendo seus cacos depois do estupro. E depois? Um banho, o trabalho. Parece que nada aconteceu. Ninguém é vítima. Essa é a história, o tom, não essencialmente a vida, nem uma visão filosófica. É basicamente o filme e essa mulher que está particularmente bem, apesar de tudo. (E, claro, há uma explicação para esse tipo de comportamento).

No final, já não sabemos o que pensar. Nada está claro. As hipóteses. Os motivos. O que realmente aconteceu? Foi proposital? Um acidente? Como na vida tudo se revela por trás de um sorriso. De Monalisa, ou não. Mistério.

RATING: 82/100

TRAILER

Article Categories:
CANNES · FILMES · MOSTRA SP · SAN SEBASTIAN · TIFF

Deixe uma resposta