Os Belos Dias de Aranjuez

THE BEAUTIFUL DAYS OF ARANJUEZ


Eis o cenário, senão o filme: Um belo dia de verão. Um jardim. Um terraço. Um homem e uma mulher se sentam em uma mesa sob a sombra das arvores e a brisa suave. Ao longe, na grande planície, a silhueta de Paris. Logo uma conversa: Perguntas e respostas entre esse homem e essa mulher. Falam de experiências sexuais, infância, memórias, a essência do verão e da diferença entre os gêneros. Um esboço de ambos, a perspectiva feminina e a percepção masculina. No fundo, dentro da casa que se abre para esse terraço, diante do homem e da mulher, o escritor, no processo de imaginar este diálogo está a digitar e observar. Ou seria o contrário? Poderia ser que esses dois personagens estão ali para lhe ditar uma história, um longo diálogo entre um homem e uma mulher? Ou então um filme sobre um escritor a narrar uma conversa fictícia entre um homem e uma mulher? Ou mesmo um casal, retratado por um escritor, personagem de um filme? Não importa… Sabe-se ao certo que o dia está lindo. THE BEAUTIFUL DAYS OF ARANJUEZ.

RATING: N/T

TRAILER

Article Categories:
PREVIEW · RIO · TIFF · VENEZA

Deixe uma resposta