A Chegada

ARRIVAL


Contos estranhos, tão estranhos e familiares. Personagens envolventes, muitas vezes confrontados com mudanças repentinas, uma carta, uma aranha, essa terra de ninguém. Eis “as histórias de sua vida”: Os INCÊNDIOS diários, OS SUSPEITOS de sempre, UM HOMEM DUPLICADO, que a cada ano filma e nos surpreende, ame ou deixe, um conto diferente, um drama, um suspense, um filme de ação e, agora, uma ficção. E, assim, Denis Villeneuve examina friamente a vida, as incertezas, um pouco de pessimismo e pensamento niilista. Cada história tão complexa em suas questões de linguagem, seus ganchos narrativos, as grandes reviravoltas de roteiro e tudo construído sobre um alicerce profundamente humanista.

Quais são suas intenções? Quais as intenções desses seres? Porque eles estão aqui? Nesse novo capítulo de sua filmografia, o diretor busca por novos sinais, tentando interpretá-los, entende-los, alinha-los. Na tela, personificado por Amy Adams, uma mãe, uma doutora, uma linguista, que aprende, através do outro, do alheio, do estrangeiro, literalmente o universo. O espaço. O tempo. Seu destino… Essa é a questão universal. O problema cientifico. A catástrofe antológica. O filme. O livro de Ted Chiang. O cosmos. O vislumbre do outro e como eles se comunicam. Se são amigos. Se são inimigos. Guerra? Paz? Esse é o mistério. Desse filme. De todos os outros do diretor.

(*) Crônica livremente inspirada do material cedido pela FilmNation Entertainment, incluso a entrevista de Dennis Villeneuve
RATING: N/T

TRAILER

Article Categories:
PREVIEW · RIO · TIFF · VENEZA

Deixe uma resposta