O Oscar 2016, hoje

STEVE JOBS

Passou Veneza, Telluride e Toronto e o Oscar 2016, parece, se consolida entre CAROL, A GAROTA DINAMARQUESA e, um pouco atrás, O REGRESSO. O filme de Todd Haynes já projeta 9 indicações e é favorito em Filme, Atriz (Cate Blanchett), Atriz Coadjuvante (Rooney Mara) e Direção de Arte. Já o filme de Tom Hooper repete as mesmas 9 (prováveis) indicações, sendo favorito em Ator (Eddie Redmayne, de novo?) e Maquiagem, um combo que outrora funcionou muito bem com PIAF, CLUBE DE COMPRAS DALLAS e A DAMA DE FERRO. Por fim, o filme de Alejandro González Iñárritu tenta 7 indicações, já despontando como Melhor Diretor, Ator Coadjuvante (Tom Hardy) e Fotografia. De novidades, SPOTLIGHT e STEVE JOBS entram definitivamente na corrida, ambos como 5 menções e já favoritos em Roteiro, cada um em sua categoria (Original e Adaptado). Esses são os 5 candidatos mais fortes, por enquanto.

Na categoria de Melhor Ator, Leonardo DiCaprio caiu um pouco nas cotações, reflexo da falta de buzz do filme, enquanto seus adversários, Eddie Redmayne e Michael Fassbender, marcam território e fecham uma disputa que deve oscilar favoritos até o Oscar. Fecham essa lista (e provavelmente “lock” também), Michael Caine e Johnny Depp, ambos bem à frente do sexto aspirante, Tom Hanks.

Desde Cannes, Cate Blanchett já havia assegurado seu terceiro Oscar (Os outros foram por O AVIADOR e BLUE JASMINE). E é assim porque CAROL é construído inteiramente sobre a atriz, em torno dela e seu casaco de visom, a câmera passeando pelo seu rosto, sua pele, flertando com a personagem e a atriz. O resultado é mesmerizante e não à toa, desde então, ela está consolidada como favorita. E isso apesar de Carey Mulligan, Alicia Vikander e Saoirse Ronan que se radicaram na categoria definitivamente. A quinta vaga está em aberto: Deve oscilar entre Jennifer Lawrence, Lily Tomlin e Blythe Danner (que surge como favorita ao Globo de Ouro de Comédia).

Melhor Atriz em Cannes, Rooney Mara se consolida como favorita ao Oscar de Atriz Coadjuvante. Sua oponente direta é Kate Winslet, já extensamente indicada e finalmente premiada por O LEITOR e, aqui, num filme donde a estrela é Michael Fassbender, ou seja, é a “Coadjuvante” da categoria de Coadjuvantes. Pelas outras três vagas, hoje brigam Jennifer Jason Leigh, Jane Fonda, Julie Walters e Rachel McAdams.

Favorito desde o princípio, talvez por falta de opção, Tom Hardy vê hoje seu Oscar de Ator Coadjuvante ameaçado por Idris Elba, cujo BEASTS OF NO NATION eletrizou Veneza e já coloca o título de Cary Fukunaga também na disputa de Melhor Filme, lá no segundo pelotão, mas entre os prováveis indicados. Outrora esnobado em BIRDMAN, Michael Keaton personifica a essência de SPOTLIGHT e marca território nessa categoria como terceira opção. Lá atrás, pelas migalhas, brigam Samuel L. Jackson, Mark Rylance, Kurt Russell, Benicio Del Toro, Harvey Keitel, Mark Ruffalo e Seth Rogen.

Por fim, vale lembrar que QUE HORAS ELA VOLTA?, embora improvável, é o atual favorito em Filme Estrangeiro. Digo improvável porque SON OF SAUL está aparecendo como contender em diversas categorias, Melhor Filme, Roteiro, Fotografia, o que certamente demonstra sua força, ou talvez sua maldição (Lembram de AMELIE POULAIN? O LABIRINTO DO FAUNO?),uma vez que o filme brasileiro é cotado sempre na frente dele e entre todos os Oscarbuzzers que já arriscaram um palpite nessa categoria.

Article Tags:
Article Categories:
AWARDS

Comments

  • Carol merece 100% os oscar!!!

    Nelly 29 de dezembro de 2015 11:46 Responder
  • Depp, Fassbender & Di Caprio na briga pelo seu primeiro Oscar. Poderá Redmayne ser o primeiro ator a vencer seu segundo Oscar back-to-back? Damon tem sido bastante elogiado por sua performance em The Martian.

    Héber Leal 29 de setembro de 2015 17:59 Responder
    • Héber, Spencer Tracy e Tom Hanks já venceram Oscar assim.

      Hanibal Silva 8 de outubro de 2015 4:20 Responder
  • Acho que o Bryan Cranston será indicado por Trumbo.

    Hanibal Silva 29 de setembro de 2015 5:20 Responder
  • Acho que, na dianteira, por enquanto, temos “Carol”. Para mim, depois de Veneza, Telluride e Toronto, alguns filmes também saíram ganhando, como “Room”, por exemplo!

    Cinéfila por Natureza 20 de setembro de 2015 21:58 Responder

Deixe uma resposta