Sua majestade, O Oscar 2011


O Discurso do Rei já está pronto, lançado e lacrado nos envelopes da Price Waterhouse Cooper. Não há mais nada a decidir… Cabem somente especular pelo o quê os quase 5.000 membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, consideram ser historia (ou histórico) para o cinema, ou o que valerá a pena para a preservação da Indústria dos filmes.

Em 83 anos de historia, a AMPAS soube conciliar o cinema e o “cinema”, os filmes de arte e os blockbusters e, assim, proteger seu mercado – ou pelo menos tentar. É importante frisar isso: O objetivo da AMPAS é fortalecer e resguardar a Indústria dos sonhos, o cinema como um todo – Globalmente -, desde a produção até a distribuição. A premiação, o Oscar, é apenas um complemento ou a isca para um retorno maior de bilheteria. Um chamariz.

O Oscar também é negócio. É, talvez, por isso que A REDE SOCIAL perdeu o status de favorito no último minuto. O filme de David Fincher, sozinho, foi um sucesso mercadológico. Não foi necessária a “benção” do Oscar, sua majestade, para atrair mídia. E a AMPAS, ciente disso, vai premiar talvez não o melhor, mas o mais relevante.

Já vimos essa história… Já questionamos isso: Não há birras com Steven Spielberg, Christophen Nolan, George Lucas ou, sei lá, a franquia Harry Potter ou Crepúsculo. Há, sim, um consenso. Uma espécie de acordo subliminar entre todos os envolvidos dizendo ao seu publico: “Olha pessoal, nós fazemos esses filmes pipoca muito bem, gostamos deles, mas gostaríamos que vocês prestassem atenção nesses outros que são muito bons”.

É assim que se vende filmes. É assim que se governa. Pão e Circo. Mesclar blockbusters em Prêmios Técnicos; indicar filmes e revelações em categorias principais; Convidar astros teens e esnobados para apresentar prêmios. É política. São os cordelzinhos de uma indústria manipulando seus súditos. Razzle Dazzle. Poeira nos Olhos. E nós, o povão, simplesmente adoramos…


83º Annual Academy Awards

- Apostas Finais -

Melhor Filme
O DISCURSO DO REI | The Weinstein Company
Runner Up: A REDE SOCIAL

————————————————

Melhor Diretor
Tom Hooper | O DISCURSO DO REI
Runner Up: David Fincher (A REDE SOCIAL)

————————————————

Melhor Ator
Colin Firth | O DISCURSO DO REI
Runner Up: James Franco (127 HORAS)

————————————————

Melhor Atriz
Natalie Portman | CISNE NEGRO
Runner Up: Annette Bening (MINHAS MÃES E MEU PAI)

————————————————

Melhor Ator Coadjuvante
Christian Bale | O VENCEDOR
Runner Up: Geoffrey Rush (O DISCURSO DO REI)

————————————————

Melhor Atriz Coadjuvante
Melissa Leo | O VENCEDOR
Runner Up: Hailee Steinfeld (BRAVURA INDÔMITA)

————————————————

Melhor Roteiro Original
O DISCURSO DO REI | David Seidler
Runner Up: A ORIGEM (Christopher Nolan)

————————————————

Melhor Roteiro Adaptado
A REDE SOCIAL | Aaron Sorkin
Runner Up: TOY STORY 3 (Michael Arndt)

————————————————

Melhor Direção de Arte
O DISCURSO DO REI | Eve Stewart
Runner Up: ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS (Robert Stromberg)

————————————————

Melhor Fotografia
BRAVURA INDÔMITA | Roger Deakins
Runner Up: O DISCURSO DO REI (Danny Cohen)

————————————————

Melhor Figurino
ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS | Colleen Atwood
Runner Up: O DISCURSO DO REI (Jenny Beavan)

————————————————

Melhor Montagem
A REDE SOCIAL | Kirk Baxter & Angus Wall
Runner Up: O DISCURSO DO REI (Tariq Anwar)

————————————————

Melhor Maquiagem
O LOBISOMEM
Runner Up: MINHA VERSÃO PARA O AMOR

————————————————

Melhor Trilha Musical
O DISCURSO DO REI | Alexandre Desplat
Runner Up: A ORIGEM (Hans Zimmer)

————————————————

Melhor Mixagem de Som
BRAVURA INDÔMITA
Runner Up: A ORIGEM

————————————————

Melhor Edição de Som
A ORIGEM
Runner Up: BRAVURA INDÔMITA

————————————————

Melhor Efeitos Visuais
A ORIGEM
Runner Up: ALÉM DA VIDA

————————————————

Melhor Canção
“I see the Light” | ENROLADOS
Runner Up: “We Belong Together” (TOY STORY 3)

————————————————

Melhor Filme de Animação
TOY STORY 3 | Pixar Animations
Runner Up: COMO TREINAR O SEU DRAGÃO (DreamWorks Animation)

————————————————

Melhor Filme Estrangeiro
INCÊNDIOS | Canada
Runner Up: EM UM MUNDO MELHOR (Dinamarca)

————————————————

Melhor Documentário em Longa-Metragem
EXIT THROUGH THE GIFT SHOP | Banksy
Runner Up: LIXO EXTRAORDINÁRIO (Lucy Walker)

————————————————

Melhor Animação em Curta-Metragem
MADAGASCAR, CARNET DE VOYAGE | Bastien Dubois
Runner Up: THE LOST THING (Shaun Tan & Andrew Ruhemann)

————————————————

Melhor Documentário em Curta-Metragem
STRANGERS NO MORE | Simon & Goodman Picture Company
Runner Up: THE WARRIORS OF QIUGANG

————————————————

Melhor Curta-Metragem
GOD OF LOVE | Luke Matheny
Runner Up: WISH 143 (Ian Barnes & Samantha Waite)

————————————————

Leia Mais sobre o OSCAR 2011!

Article Tags:
Article Categories:
AWARDS

Comments

  • A ideia, caso aconteça, de A ORIGEM perder em direção de arte me deixa perplexo. Mas pior que a lista de indicados, acredito, os vencedores não podem ser. Que seja um cerimônia interessante e divertida, ao menos.

    Mateus Selle Denardin 27 de fevereiro de 2011 11:05 Responder

Deixe uma resposta