CANNES 2016 - BANNER

Os Melhores Diretores do Cinema

“Certos cineastas faziam seus filmes para o público. Outros, como Hitchcock ou Spielberg, fazem-nos ao mesmo tempo para eles e para o público. Hitchcock tinha perfeito conhecimento do público, sabia exatamente como seduzi-lo e manipulá-lo. Mas, por trás de tudo, ele tinha uma filosofia e uma psicologia tão fortes que, na verdade, o que fazia era disfarçar filmes muito pessoais em filmes de suspense. Eu creio que faço meus filmes para mim mesmo, sem deixar de saber que eles terão um público, mas sem tentar antever qual será a reação do público, que forma a audiência tomará.”

Martin Scorsese

Há vários motivos para assistir um filme: Pelo espetáculo, pelo riso, pela arte… E então há pessoas. Não pessoas que vão assistir aos filmes, mas as do próprio filme! Os personagens conjurados pelo ator que interpretam palavras do escritor, guiadas pelo diretor, através da celulóide do fotográfo, projetado na tela por um feixe de luz. Assim muitos nos convencem à acreditar de fato nessas pessoas tanto quanto nós acreditamos em nós mesmos.

Hoje, Spoiler vai homenagear essas pessoas: Mitos que fizeram de suas vidas, os nossos sonhos. Deuses que fizeram de seu trabalho, uma lenda. Monstros que fizeram da historia, uma arte…

Mitos, Deuses e Monstros:

100
Fernando Meirelles

“Cidade de Deus” (2002) & “O Jardineiro Fiel” (2005)

99
Stephen Daldry

“As Horas” (2002)

98
Roland Joffe

“Vatel” (2000)

97
Lasse Hallstrom

“Regras da Vida” (1999)

96
George Lucas

“Star Wars” (1977)

95
Yimou Zhang

“O Clã das Adagas Voadoras” (2004)

94
William Wellman

“Nasce uma Estrela” (1937)

93
Stanley Kramer

“Julgamento em Nuremberg” (1961)

92
Sam Wood

“Adeus, Mr Chips” (1939)

91
Ridley Scott

“Thelma e Louise” (1991)

90
Mike Leigh

“O Segredo de Vera Drake” (2004)

89
Richard Brooks

“Gato em Teto de Zinco Quente” (1958)

88
Norman Jewison

“No Calor da Noite” (1967)

87
Michael Cacoyannis

“Zorba, o Grego” (1964)

86
Louis Malle

“Atlantic City” (1981)

85
James Ivory

“Vestigios do Dia” (1993)

84
Gillo Pontecorvo

“Kapo” (1960)

83
Ettore Scola

“A Família” (1987)

82
David Lynch

“Veludo Azul” (1986)

81
Carlos Saura

“Carmem” (1983)

80
Bo Widerberg

“Todas as Coisas São Belas ” (1995)

79
Arthur Penn

“Bonnie e Clyde – Uma Rajada de Balas” (1967)

78
William Friedkin

“O Exorcista” (1973)

77
Warren Beatty

“Reds” (1981)

76
Vincente Minnelli

“Sinfonia em Paris” (1951) & “Gigi” (1958)

75
Steven Soderbergh

“Traffic” (2000)

74
Roberto Benigni

“A Vida é Bela” (1998)

73
Robert Benton

“Kramer Vs. Kramer” (1979)

72
Régis Wargnier

“Indochina” (1992)

71
Peter Jackson

“O Senhor dos Anéis” (2001, 2002 & 2003)

70
Norman Taurog

“Skippy” (1931)

69
Nikita Mikhalkov

“O Sol Enganador” (1994)

68
Laurence Olivier

“Hamlet” (1948)

67
Jirí Menzel

“Trens Estreitamente Vigiados” (1967)

66
Jean Renoir

“A Grande Ilusão” (1937)

65
Jan Sverák

“Koyla – Uma Lição de Amor” (1996)

64
Howard Hawks

“Sargento York” (1941)

63
Giuseppe Tornatore

“Cinema Paradiso” (1989)

62
George Roy Hill

“Um Golpe de Mestre” (1973)

61
Costa-Gavras

“Z” (1969)

60
Caroline Link

“Nenhum Lugar da África” (2002)

59
Bernardo Bertolucci

“O Último Imperador” (1989)

58
Barry Levinson

“Rain Man” (1988)

57
Arthur Hiller

“Love Story” (1970)

56
Stanley Kubrick

“2001 – Uma Odisséia no Espaçõ” (1962)

55
Peter Weir

“Sociedade dos Poetas Mortos” (1989)

54
Mario Monicelli

“Viva Italia!” (1978)

53
Jan Troell

“Os Emigrantes” (1971)

52
Sydney Pollack

“Entre Dois Amores” (1985)

51
Pedro Almodóvar

“Fale com Ela” (2002)

50
Moshé Mizrahi

“Madame Rosa” (1977)

49
Luis Buñuel

“O Discreto Charme da Burguesia” (1972)

48
John Schlesinger

“Perdidos Na Noite” (1969)

47
Denys Arcand

“As Invasões Bárbaras” (2003)

46
Carol Reed

“Oliver!” (1968)

45
Bob Fosse

“Cabaret” (1972)

44
Jerome Robbins

“Amor, Sublime Amor” (1961)

43
Frank Borzage

“Sétimo Céu” (1927)

42
Robert Altman

“M.A.S.H” (1971) & “Assassinato em Gosford Park” (2001)

41
Martin Scorsese

“Touro Indomável” (1980)

40
Alfred Hitchcock

“Psicose” (1960)

39
Roman Polanski

“O Pianista” (2002)

38
Mike Nichols

“A Primeira Noite de um Homem” (1967)

37
José Luis Garci

“Começar de Novo” (1982)

36
István Szabó

“Mephisto” (1981)

35
François Truffaut

“A Noite Americana” (1973)

34
Francis Ford Coppola

“O Poderoso Chefão” (1972, 1974 e 1990)

33
Ernst Lubtisch

“O Céu Pode Esperar” (1943)

32
Ang Lee

“O Tigre e o Dragão” (2000) & “Brokeback Mountain” (2005)

31
Andrzej Wajda

“O Homem de Ferro” (1981)

30
Robert Wise

“A Noviça Rebelde” (1965) & “Amor, Sublime Amor” (1961)

29
Robert Redford

“Gente como a Gente” (1980)

28
René Clement

“Brinquedo Proibido” (1952)

27
Oliver Stone

“Platoon” (1986)

26
Lewis Milestone

“Sem Novidades no Front” (1930)

25
Leo McCarey

“O Bom Pastor” (1944)

24
Clint Eastwood

“Os Imperdoáveis” (1992), “Sobre Meninos e Lobos” (2003) & “Menina de Ouro” (2004)

23
Clarence Brown

“Anna Kareninna” (1935)

22
Sidney Lumet

“12 Homens e uma Sentença” (1957)

21
Michael Curtiz

“Casablanca” (1943)

20
John Huston

“O Tesouro de Sierra Madre ” (1948)

19
George Cukor

“My Fair Lady” (1964)

18
Joseph Mankiewicz

“A Malvada” (1950)

17
Woody Allen

“Noivo Nervoso, Noiva Neurótica” (1977)

16
King Vidor

“Guerra e Paz” (1956)

15
Steven Spielberg

“Os Caçadores da Arca Perdida” (1981), “E. T” (1982) & “A Lista de Schindler” (1983)

14
Milos Forman

“Um Estranho no Ninho” (1975) & “Amadeus” (1984)

13
George Stevens

“Um Lugar ao Sol” (1951)

12
Frank Lloyd

“Cavalgada” (1932)

11
Fred Zinnemann

“A Um Passo da Eternidade” (1953) & “O Homem que Não Vendeu Sua Alma” (1966)

10
David Lean

“Dr. Jivago” (1965), “Passagem Para Índia” (1984), “Lawrence da Árabia (1962) & “A Ponte do Rio Kwai” (1957)

9
Ingmar Bergman

“A Fonte da Donzela” (1960) & “Fanny e Alexander” (1983)

8
Frank Capra

“Aconteceu Naquela Noite” (1934), “O Galante Mrs. Deeds” (1936) & “Do Mundo Nada Se Leva” (1938)

7
Elia Kazan

“Um Bonde Chamado Desejo” (1951), “A Luz é Para Todos” (1947) & “Sindicato de Ladrões” (1954)

6
Akira Kurosawa

“Rashomon” (1951) & “Ran” (1985)

5
Vittorio De Sica

“Ladrões de Bicicletas” (1949)

4
John Ford

“As Vinhas da Ira (1940) & “Como Era Verde Meu Vale” (1941)

3
Billy Wilder

“Quanto Mais Quente Melhor” (1959) & “Crepusculo dos Deuses” (1950)

2
Federico Fellini

“A Doce Vida” (1961), “Noites de Cabíria” (1957) e “8 e 1/2″ (1963)

1
William Wyler

“Ben-Hur” (1959), “Rosa da Esperança” (1942) & “Os Melhores Anos de Nossas Vidas” (1946)

Hour Concour
Sergio Leone

“Era uma Vez no Oeste” (1968)

Article Categories:
RANKINGS

Comments

  • Adoro como as pessoas adoram desqualificar a opinião dos outros rs

    Mateus Nagime 21 de novembro de 2013 8:33 Responder
  • E Charles Chaplin?? Ou considerou acima de todos ou não entende nada de cinema, me desculpe

    kleber 3 de janeiro de 2013 16:18 Responder
  • Quando vi o Stanley Kubrick no 56º lugar nem vi o resto.

    Leonardo 13 de novembro de 2012 20:44 Responder
  • Quentin Tarantino, David Fincher, Darren Aronofsky, Paul Thomas Anderson, Joel Coen, Alan Parker, Oliver Stone, Brian De Palma, Danny Boyle, Ken Loach, Orson Welles, Charles Chaplin, Spike Lee, Terry Gilliam, Werner Herzog, Fritz Lang, Gus Van Sant, Emir Kusturica…

    Faltou muita gente boa aí. E a ordem é meio bizarra também.

    Eduardo 13 de setembro de 2012 20:31 Responder
  • Não colocar Tarantino doeu, mas dá pra desculpar já que você deu a Sergio Leone o lugar de Hour Concour.

    Ju 11 de setembro de 2012 10:11 Responder
  • kubrick 56 ??? scorsese 41??? ai não da né

    torricelli 28 de agosto de 2012 15:04 Responder
  • Parabens…esqueceram o Tarkovski, Kieslowski e ainda enfiaram o Kubrick lá pra trás!

    THIAGO HORTA 17 de agosto de 2012 22:22 Responder
  • hitckcock em 40 ?? fala serio ¬¬

    reaper 7 de julho de 2012 10:39 Responder
  • Socorro: não achei Chaplin.

    Re 19 de março de 2012 15:37 Responder
  • Cade godard?

    paulo 15 de agosto de 2011 12:55 Responder
  • É pouca vaga mesmo, mas faltou pra mim Florian Henckel von Donnersmarck | A VIDA DOS OUTROS (2006)

    Fernando C Fox 3 de dezembro de 2010 18:40 Responder
  • George Cukor é conhecido como o poeta da alma feminina e um dos principais diretores da Fox Filmes durante a Era de Ouro dos Estúdios.

    Maurício 26 de novembro de 2010 7:29 Responder
  • Muita gente para pouca vaga…

    Maurício 26 de novembro de 2010 7:26 Responder
  • Eu falei que colocaria o Aronofsky, mas nem me dei conta que faltava o Tarantino, o Paul Thomas Anderson, os irmãos Coen, o David Frincher. Por que eles não entraram??

    Mateus Selle Denardin 26 de novembro de 2010 2:02 Responder
  • Está errado no top 46: o diretor de OLIVER! é Carol Reed. E eu certamente daria menos crédito a George Cukor, e mais a Scorsese. E com certeza incluiria Darren Aronofsky.

    Mateus Selle Denardin 26 de novembro de 2010 1:15 Responder

Deixe uma resposta