Os Melhores Roteiristas do Cinema

“Nada realmente acontece se não for escrito”

Virginia Woolf

Há vários motivos para assistir um filme: Pelo espetáculo, pelo riso, pela arte… E então há pessoas. Não pessoas que vão assistir aos filmes, mas as do próprio filme! Os personagens conjurados pelo ator que interpretam palavras do escritor, guiadas pelo diretor, através da celulóide do fotográfo, projetado na tela por um feixe de luz. Assim muitos nos convencem à acreditar de fato nessas pessoas tanto quanto nós acreditamos em nós mesmos.

Hoje, Spoiler vai homenagear essas pessoas: Mitos que fizeram de suas vidas, os nossos sonhos. Deuses que fizeram de seu trabalho, uma lenda. Monstros que fizeram da historia, uma arte…

Mitos, Deuses e Monstros:

100
Peter Shaffer

“Amadeus” (1984)

99
Paul Dehn

“Ultimato” (1951)

98
Michael Kanin

“A Mulher do Dia” (1942)

97
Mel Brooks

“Primavera para Hitler” (1968)

96
Kurt Luedtke

“Entre Dois Amores” (1985)

95
Irmãos Coen

“Fargo” (1996)

94
Ian Dalrymple

“Pigmalião” (1938)

93
Howard Koch

“Casablanca” (1943)

92
Howard Estabrook

“Cimarron” (1930)

91
Herman Mankiewicz

“Cidadão Kane” (1951)

90
Harry Brown

“Um Lugar ao Sol” (1951)

89
Harold Jacob Smith

“Acorrentados” (1958)

88
Hans Kraly

“Alta Traição” (1928)

87
Eric Roth

“Forrest Gump” (1994)

86
Edna Anhalt

“Pânico nas Ruas” (1950)

85
Donald Ogden Stewart

“Nupcias de Escândalo” (1940)

84
David Wechsler

“Perdidos Na Tormenta” (1948)

83
David S. Ward

“Golpe de Mestre” (1973)

82
Daniel Fuchs

“Ama-me ou Esquece-me” (1955)

81
Dalton Trumbo

“Arenas Sangrentas” (1956)

80
Costa-Gavras

“Z” (1969)

79
Claude Lelouch

“Um Homem, Uma Mulher” (1966)

78
Clarence Greene

“Confidências à Meia-Noite” (1959)

77
Cameron Crowe

“Quase Famosos” (2000)

76
Brian Helgeland

“L.A Confidence” (1997)

75
Bill Condon

“Deuses e Monstros” (1998)

74
Bernardo Bertolucci

“O Último Imperador” (1987)

73
Arthur Wimperis

“Rosa da Esperança” (1942)

72
Alexander Payne

“Sideways” (2005)

71
Abby Mann

“Julgamento em Nuremberg” (1961)

70
Warren Beatty

“Reds” (1981)

69
Tullio Pinelli

“8 1/2 de Fellini” (1963)

68
Sergio Amidei

“Cidade Aberta” (1943)

67
Paul Mazursky

“Harry & Tonto” (1974)

66
Neil Simon

“A Garota do Adeus” (1977)

65
Melvin Frank

“Um Toque de Classe” (1973)

64
Frances Goodrich

“O Pai da Noiva” (1950)

63
Albert Hackett

“Sete Noivas Para Sete Irmãos” (1954)

62
Valentine Davies

“De Ilusão Também se Vive” (1947)

61
T.E.B. Clarke

“O Mistério da Torre” (1952)

60
Sidney Howard

“…E o Vento Levou” (1939)

59
Robert Towne

“Chinatown” (1974)

58
Richard Breen

“Titanic” (1953)

57
Preston Sturges

“O Homem que Se Vendeu” (1940)

56
Philip Yordan

“A Lança Partida” (1954)

55
Peter Jackson

“O Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei” (2004)

54
Lamar Trotti

“Wilson” (1944)

53
James Brooks

“Laços de Ternura” (1983)

52
I.A.L. Diamond

“A Fortuna de Cookie” (1966)

51
Heinz Herald

“A Vida de Émile Zola” (1937)

50
Frank Pierson

“Um Dia de Cão” (1975)

49
Frank Butler

“O Bom Pastor” (1944)

48
Dore Schary

“Com os Braços Abertos” (1938)

47
Claudine West

“Rosa da Esperança” (1942)

46
Charlie Kaufman

“Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças” (2004)

45
Charles MacArthur

“O Energúmeno” (1935)

44
William Goldman

“Todos os Homens do Presidente” (1976)

43
Ring Lardner Jr.

“M.A.S.H” (1970)

42
Mario Puzo

“O Poderoso Chefão” (1972)

41
Benjamin Glazer

“Sétimo Céu” (1927)

40
Stanley Kubrick

“Laranja Mecânica” (1971)

39
Ingmar Bergman

“Fanny & Alexander” (1983)

38
William Rose

“Adivinhe Quem Vem Para Jantar” (1967)

37
Walter Reisch

“Ninotchka” (1939)

36
Stanley Shapiro

“Confidências à Meia-Noite” (1959)

35
Sidney Buchman

“A Mulher Faz o Homem” (1939)

34
Norman Krasna

“Sua Alteza Quer Casar” (1943)

33
Leo McCarey

“O Bom Pastor” (1943)

32
Julius Epstein

“Casablanca” (1943)

31
James Poe

“A Volta Ao Mundo em 80 Dias” (1956)

30
Emeric Pressburger

“Invasão de Bárbaros” (1942)

29
Dudley Nichols

“O Delator” (1935)

28
Waldo Salt

“Perdidos Na Noite” (1969)

27
Ruth Prawer Jhabvala

“Retorno a Howard Ends” (1992)

26
Robert Bolt

“Dr. Jivago” (1965)

25
Richard Schweizer

“Perdidos na Tormenta” (1948)

24
Horton Foote

“O Sol é Para Todos” (1962)

23
Frank Cavett

“O Maior Espetáculo da Terra” (1952)

22
Frances Marion

“O Campeão” (1931)

21
Edward Anhalt

“Becket, o Favoríto do Rei” (1964)

20
Bo Goldman

“Um Estranho no Ninho” (1975)

19
Alvin Sargent

“Gente Como a Gente” (1980)

18
Alan Jay Lerner

“Sinfonia em Paris” (1951)

17
Robert Riskin

“Aconteceu Naquela Noite” (1934)

16
Richard Brooks

“Entre Deus e o Pecado” (1960)

15
Ernest Lehman

“Amor, Sublime Amor” (1961)

14
Michael Wilson

“Um Lugar ao Sol” (1951)

13
Oliver Stone

“Platoon” (1986)

12
Carl Foreman

“A Ponte do Rio Kwai” (1957)

11
Robert Benton

“Kramer Vs. Kramer” (1979)

10
Joseph Mankiewicz

“A Malvada” (1950)

9
Paddy Chayefsky

“Marty” (1955)

8
Federico Fellini

“A Doce Vida” (1960)

7
Ben Hecht

“Paixão e Sangue” (1927)

6
George Seaton

“A Canção de Bernadette” (1943)

5
Francis Ford Coppola

“O Poderoso Chefão” (1972)

4
John Huston

“O Tesouro de Sierra Madre” (1948)

3
Charles Brackett

“Titanic” (1953)

2
Woody Allen

“Noivo Neurótico, Noiva Nervosa” (1977)

1
Billy Wilder

“Sabrina” (1954), “Uma Loura por Um Milhão” (1966), “Se Meu Apartamento Falasse” (1960), “Quanto Mais Quente Melhor” (1959), “A Montanha dos Sete Abutres” (1951), “Crepúsculo dos Deuses” (1950), “A Mundana” (1948), “Farrapo Humano” (1945), “Pacto de Sangue” (1944), “Bola de Fogo” (1941) & “Ninotchka” (1939)

Article Categories:
RANKINGS

Comments

  • Gente, que texto para introduzir essa lista? Parabéns por todos esses anos de Spoiler, esses anos de compromisso e dedicação e lindos textos para celebrar o Cinema. E, nessa lista, realmente não havia como o gênio Billy Wilder não ser o top 1. Mestre absoluto.

    Mateus Selle Denardin 25 de novembro de 2010 23:35 Responder

Deixe uma resposta