Aos Ursos!


HONEY, do turco Semih Kaplanoglu, conquistou o Festival de Berlim 2010. O júri internacional, presidido pelo cineasta alemão Werner Herzog, atribuiu o Urso de Ouro da 60ª edição da Berlinael à história de um menino de seis anos que deixa de falar quando o pai apicultor parte para longe em busca de trabalho.

Mas, tal como foi em 2009, outros dois filmes os holofotes não restante da premiação…

HOW I ENDED THIS SUMMER, “thriller” do russo Alexei Popogrebsky sobre dois homens isolados numa estação meteorológica no Ártico, valeu ao diretor de fotografia Pavel Kostomarov o Urso de Prata para a Melhor Contribuição Artística e a Grigory Dobrygin e Sergei Puskepalis, o Urso de Prata para Melhor Ator.

E o drama do romeno Florian Serba, IF I WANT TO WHISTLE, I WHISTLE, sobre um jovem prisioneiro que rapta uma assistente social para tentar evitar que a sua mãe ausente parta com o irmão mais novo que criou sozinho, venceu o Grande Prêmio do Júri e o Prêmio Alfred Bauer para filmes que “abrem uma nova perspectiva artística”.

Em uma seleção que Herzog afirmou ter sido relativamente fácil de decidir, Roman Polanski foi considerado o melhor diretor por O ESCRITOR FANTASMA. O prêmio foi recebido na sua ausência pelos produtores Robert Benmussa e Alain Sarde, que telefonaram ao cineasta para informá-lo do reconhecimento, lamentando que não pudesse estar ali para recebê-lo pessoalmente. Ao que Polanski respondera, segundo Sarde, que “a última vez que foi a um festival de cinema foi preso”, numa referência bem-humorada às circunstâncias da sua detenção na Suíça.

O Urso de Prata de Melhor Atriz coube à japonesa Shinobu Terajima, pelo seu papel de esposa sofredora de um soldado japonês mutilado, no filme de Koji Wakamatsu, CATERPILLAR. E o Prêmio de Melhor Roteiro foi entregue ao diretor chinês Wang Quan’an e ao seu colaborador Na Jin por APART TOGETHER, história de um triângulo amoroso entre três idosos de Xangai.

A Premiação 2010 foi surpreendente na medida em que acabou por agradar “gregos e troianos”, ao mesmo tempo que ignorava alguns dos melhores filmes apresentados na competição e, assim, continua a tradição recente de Berlim de premiar filmes de cinematografias pequenas.

A maior surpresa foi o Urso de Prata para IF I WANT TO WHISTLE, I WHISTLE. A competição de Berlim havia até agora “passado ao lado” da nova vaga do cinema romeno, propulsionada por filmes como 4 SEMANAS, 3 MESAS E 2 DIAS ou A MORTE DO SR. LAZARESCU, mas a primeira obra de Florin Serban fora recebida sem grande entusiasmo.

A cerimônia decorreu, como sempre, no Berlinale Palast perante uma audiência de 1600 convidados que assistiram em seguida a ABOUT HER BROTHER, do veterano japonês Yoji Yamada, escolhido como encerramento oficial do 60º aniversário do festival. Edição que termina esta noite e, pelo meio das múltiplas comemorações da ocasião (como a projeção ao ar livre de METROPOLIS de Fritz Lang na Porta de Brandenburgo, com dois mil espectadores que não arredaram pé apesar das temperaturas negativas), se tornou na mais concorrida de sempre, com mais de 300 mil espectadores contabilizados.

URSO DE OURO | Melhor Filme
HONEY | Semih Kaplanoglu

URSO DE PRATA | Melhor Filme
IF I WANT TO WHISTLE, I WHISTLE | Florin Serban

URSO DE PRATA | Melhor Diretor
Roman Polanski | O ESCRITOR FANTASMA

URSO DE PRATA | Melhor Atriz
Shinobu Terajima | CATERPILLAR

URSO DE PRATA | Melhor Ator
Grigoriy Dobrygin & Sergei Puskepalis | HOW I ENDED THIS SUMMER

URSO DE PRATA | Melhor Fotografia
Pavel Kostomarov | HOW I ENDED THIS SUMMER

URSO DE PRATA | Melhor Roteiro
Wang Quan’an & Na Jin | APART TOGETHER

PRÊMIO ALFRED BAUER
Florin Serban | IF I WANT TO WHISTLE, I WHISTLE

Por Orlando Margarido (Portal Ig), Erik Kirschbaum (Reuters), Alessandro Giannini (Grupo Folha), Luis Carlos Merten (Grupo Estado), Jorge Mourinha (Público PT) & Agências AFP, EFE e BBC

Article Tags:
Article Categories:
FESTIVAIS

Deixe uma resposta