Oscar 1930/31


A importância do prêmio já era tão grande que o Presidente da República Herbert Hoover enviou o vice-presidente Charles Curtis para representa-lo junto aos 1800 convidados, no banquete de entrega de estatuetas, no Biltmore Hotel, em 10 de novembro de 1931.

Lawrence Grant passou a ser o primeiro Mestre-de-Cerimônia oficial da entrega. Um dos indicados, Jackie Cooper, de dez anos de idade, adormeceu profundamente no ombro de outra indicada, a atriz Marie Dressler. Esta quando se levantou para receber seu prêmio, deixou o menino no colo da mãe. Jackie era sobrinho do diretor Norman Taurog, com quem trabalhou em SKIPPY.

Três novas categorias surgiram: Roteiro Original, Roteiro Adaptado e Prêmios Científicos ou Técnicos. Nesse ano, os premiados só foram revelados no próprio dia, horas antes da cerimônia.

————————————————

CIMARRON
Melhor Filme
Melhor Roteiro Adaptado
Melhor Direção de Arte


Baseado no romance homônimo de Edna Ferber (125 mil dólares pelos direitos, um recorde na época), é a historia do crescimento de Osage, uma cidadezinha de Oklahoma, desde os tempos dos pioneiros, ate sua transformação em moderna cidade industrial. Ficaram famosas as seqüências iniciais: A empolgante corrida de 1888 dos primeiros colonizadores, a cavalo e em carroças, para reivindicarem dois milhões de acres de terra, que o governo reservara para os que chegassem primeiro. Foi uma semana de filmagem, em que foram utilizados 5000 extras, 28 cinegrafistas e 27 assistentes de câmeras.

A historia segue 41 anos de vida do pioneiro Yancey Cravat (Dix), de Wichita que, depois de perder sua terra, torna-se editor de um jornal, e ajuda a transformar o acampamento inicial numa respeitável cidade, defendendo sempre os oprimidos, inclusive os índios, viajando constantemente por todo o território, enquanto sua mulher, Sabra (Dunne), toma conta do jornal. Ela é, realmente, a grande heroína da historia. Segundo o filme, qualidades como a paixão de Yancey e a perseverança de Sabra foram os elementos que fizeram da América um grande pais.

Mais duas mulheres se destacaram no elenco. Edna May Oliver é uma excelente comediante e Estelle Taylor esta ótima como Dixie Lee. CIMARRON mostra clássicas cenas de westerns: Julgamentos, tiroteios, assaltos a bancos.

O personagem de Dix é inspirado num advogado e pistoleiro da vida real: Temple Houston – filho de Sam Houston que, por coincidência, Dix interpretou, depois, em “A Grande Conquista”, em 1939.

Apesar dos elogios da critica e da publicidade que o premio da Academia lhe trouxe, a época de depressão e desemprego levou o filme a um grande fracasso financeiro. Seu custo de 1.443.000 dólares ultrapassou muito o orçamento inicial, registrando prejuízo de quase 600 mil dólares. Um relançamento em 1935, ajudou a reduzi-lo, mas o filme nunca conseguiu sair do vermelho.

Serviço: “All Quiet in the Western Front” (Continental- 1930) – 130min. / P&B / EUA – Diretor: Lewis Milestone. Elenco: Louis Wolheim, Lew Ayres, John Wray, Arnold Lucy & Ben Alexander

————————————————

Melhor Filme
CIMARRON | Paramount

LÁGRIMAS DE AMOR | Fox
A ÚLTIMA HORA | United Artists
SHIPPY | Paramount
TRADER HORN | MGM

Melhor Diretor
Norman Taurog | SKIPPY

Wesley Ruggles | CIMARRON
Clarence Brown | UMA ALMA LIVRE
Lewis Milestone | A ÚLTIMA HORA
Josef Von Sternberg | MARROCOS

Melhor Ator
Lionel Barrymore | UMA ALMA LIVRE

Jackie Cooper | SKIPPY
Richard Dix | CIMARRON
Fredric March | THE ROYAL FAMILY OF BROADWAY
Adolphe Menjou | A ÚLTIMA HORA

Melhor Atriz
Marie Dressler | LÍRIO DO LODO

Marlene Dietrich | MARROCOS
Irene Dunne | CIMARRON
Ann Harding | HOLIDAY
Norma Shearer | UMA ALMA LIVRE

Melhor Roteiro Original
PATRULHA DA MADRUGADA

A CAMINHO DO INFERNO
O MELHOR DA VIDA
INIMIGO PÚBLICO
AS MULHERES ENGANAM SEMPRE

Melhor Roteiro Adaptado
CIMARRON

SKIPPY
O CÓDIGO PENAL
ALMA DE LODO
HOLIDAY

Melhor Fotografia
TABU

CIMARRON
MARROCOS
O DIREITO DE AMAR
SVENGALI

Melhor Direção de Arte
CIMARRON

MARROCOS
SVENGALI
WHOPEE!
FANTASIAS DE 1980

Confira as outras Edições do OSCAR:
Oscar 1929/30 | Oscar 1928/29 | Oscar 1927/28

Fonte: TUDO SOBRE O OSCAR – Fernando Albagli

Article Categories:
AWARDS

Comments

  • Pingback: Oscar 1931/32

  • Oi Gabriel! De fato, estou um pouco atrasado na Pauta do Spoiler. Estou editando ainda as fotos da premiação do SAG e devo publicar uma reportagem ainda essa semana, além dos premiados de Sundance.

    Mauricio 28 de janeiro de 2009 10:41 Responder
  • Sei que o tópico nada tem a ver com o que eu vou escrever. Mas senti falta da postagem sobre o SAG. A premiação saiu no domingo. O melhor elenco foi para Slumdog Millionaire (para mim um pouco superestimado pois concorriam Queime Depois de Ler e Milk, melhores ambos). A melhor atriz coadjuvante ficou com Kate Winslet pelo The Reader e ator coadjuvante com Heath Ledger pelo Batman (esperadíssimo, ainda mais cotado ao OSCAR). Para melhor atriz venceu a impecável Meryl Streep (talvez Anne Hathaway merecesse) por Dúvida e melhor ator deu Sean Penn por Milk (merecido, ainda que o tour du force do ano pareça ser de Mickey Rourke), que eu achei perfeito. Espero que dê o ator também no OSCAR!

    Gabriel Marcelo 27 de janeiro de 2009 14:02 Responder
  • Muito interessante essa seção, adoro conhecer um pouco mais sobre os clássicos vencedores do Oscar. Dizem que a vitória de “Cimarron” é contestada até hoje, graças a esse fracasso comercial comentado no texto.

    Vinícius P. 27 de janeiro de 2009 11:24 Responder

Deixe uma resposta