Palma de Ouro representará a França no Oscar

A França escolheu o longa que irá representar o país na disputa por uma vaga entre os indicados ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar de 2009. ENTRE LES MURS, vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes deste ano, foi o eleito.

O filme, dirigido por Laurent Cantet (EM DIREÇÃO AO SUL), abriu o Festival de Cinema de Nova York (EUA). A trama, adaptação do livro de François Bégaudeau – que também assina o roteiro e atua no longa -, conta as experiências de um professor no subúrbio de Paris.

ENTRE LES MURS estréia dia 24 de setembro nos Estados Unidos e será distribuído pela Imovision no Brasil. Por enquanto, nenhuma data de lançamento foi confirmada, mas ele será exibido no Festival do Rio e na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo.

Outros países também já escolheram suas apostas para o Oscar 2009. A Alemanha será representada pelo drama DER BAADER MEINHOF KOMPLEX, de Uli Edel (AS BRUMAS DE AVALON). A Hungria – que concorreu com TAXIDERMIA, de Gyorgy Palfi, ano passado -, indicou ISKA´S JOURNEY, de Csaba Bollok.

MINHA MÁGICA, de Eric Khoo, representará Cingapura, enquanto a Jordânia (que tenta uma vaga pela primeira vez) indicou CAPTAIN ABU RAED, de Amin Matalqa, para a disputa. As Filipinas escolheram um filme de baixo orçamento e de um diretor estreante, Dante Nico Garcia: o drama PLONING.

ÚLTIMA PARADA: 174, do diretor Bruno Barreto (CAIXA DOIS) representará o Brasil na disputa por uma vaga entre os indicados.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood divulgará os indicados ao prêmio oficialmente no dia 22 de janeiro de 2009. A 81ª premiação do Oscar acontece no dia 22 de fevereiro de 2009 no teatro Kodak de Los Angeles.

Da Redação do Cineclick

Article Tags:
Article Categories:
AWARDS

Comments

  • A França soube muito bem escolher seu representante ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Acho que já despontam como favoritos a uma indicação.

    Kamila 21 de setembro de 2008 15:10 Responder
  • A escolha foi óbvia (afinal há muitos anos a França não vencia a Palma de Ouro), mas não deixa de ser interessante – pensei que “Um Conto de Natal” tinha maiores chances.

    Vinícius P. 21 de setembro de 2008 12:19 Responder

Deixe uma resposta