“Terra Vermelha” abre Mostra SP 2008

Destaque recente em Veneza, BIRDWATCHERS (TERRA VERMELHA), de Marco Bechis vai abrir oficialmente a edição 2008 da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

O filme, escrito pelo diretor e pelo roteirista brasileiro Luiz Bolognesi (BICHO DE SETE CABEÇAS), foi inspirado na história do cacique Ambrósio Vilhalva, da etnia guarani-caiová. Vilhalva liderou um acampamento para a retomada das terras de seus ancestrais, em um local hoje ocupado por uma fazenda produtora de soja.

Já a atriz, cineasta e cantora portuguesa Maria de Medeiros fará, em 30 de outubro, o show de encerramento. Medeiros, que foi nomeada em 17 de março deste ano “Artista da UNESCO pela Paz”, apresentará no teatro do SESC Pinheiros canções de seu primeiro disco, “A Little More Blue”, em que interpreta composições de Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil. O disco é uma carinhosa homenagem à música popular brasileira e aos seus autores de resistência nos anos da ditadura militar.

Em sua adolescência, Maria de Medeiros aprendeu a decifrar nas entrelinhas das canções a resistência de compositores brasileiros. No álbum, Medeiros ordena de maneira inédita o sentido das canções interpretadas, nascidas em ambiente de repressão, frustrações políticas e desejos de transformação.

Maria de Medeiros nasceu em Lisboa, Portugal, em 1965. Reconhecida atriz internacional, já foi a frágil e insegura mulher de Bruce Willis em PULP FICTION (1994), de Quentin Tarantino; a emotiva e transgressora escritora Anaïs Nin em HENRY & JUNE (1990), de Phillip Kaufman; a doida e alienada amante de um empresário da construção civil em OVOS DE OURO (1993), de Bigas Luna; entre outros inúmeros papéis.

Como diretora, seu primeiro longa-metragem foi o drama CAPITÃES DE ABRIL, que recebeu o Prêmio do Júri Internacional da 24ª Mostra de Cinema em 2000. Em 2004, a Mostra exibiu seu segundo longa, o documentário BEM ME QUER…MAL ME QUER, sobre a relação de amor e ódio entre artistas e críticos. Medeiros dirigiu um dos segmento de BEM VINDO A SÃO PAULO, longa-metragem coletivo realizado em São Paulo por vários cineastas internacionais consagrados a convite de Leon Cakoff, diretor da Mostra.

Article Tags:
Article Categories:
FESTIVAIS

Deixe uma resposta