Cenários & Diretores de Arte

As funções do diretor de arte numa produção abrangem um imenso leque
de atividades. Cada projeto tem sua identidade e para realizá-lo os profissionais
lançam mão dos mais diversos recursos.
Alessandra Meleiro


Croquis de William Cameron Menzies & Lyle Wheeler do Incêndio de Atlanta, Quarto de Scarlet e Bazar de Atlanta para o filme …E O VENTO LEVOU100 Cenários, 100 Diretores de Arte

100
Patrizia Von Brandenstein

“Amadeus” (1985)

99
Josie MacAvin

“Entre Dois Amores” (1985)

98
John Bryan

“Grandes Esperanças” (1947)

97
James Payne

“Um Golpe de Mestre” (1973)

96
Ira Webb

“O Fantasma da Ópera” (1943)

95
Gianni Quaranta

“Uma Janela Para o Amor” (1983)

94
Gene Allens

“My Fair Lady” (1964)

93
Edward Carrere

“Camelot” (1967)

92
Grant Major

“O Senhor dos Anéis” (2002, 2003, 2004)

91
Peter Young

“A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça” (1999)

90
Perry Ferguson

“A Estrela do Norte” (1943)

89
Marvin March

“A Família Addams” (1993)

88
Linda DeScenna

“A Cor Púrpura” (1985)

87
Hans Peters

“O Retrato de Dorian Gray” (1945)

86
Hal Gausman

“Os Intocáveis” (1987)

85
Anton Grot

“A Vida de Émile Zola” (1937)

84
Albert D’Agostino

“Soberba” (1942)

83
Albert Brenner

“2010” (1984)

82
Vincent Korda

“O Ladrão de Bagdã” (1940)

81
Raphael Bretton

“Alô, Dolly!” (1969)

80
Peter Lamont

“Titanic” (1997)

79
Nancy Haigh

“Bugsy” (1991)

78
Jack Moore

“Quatro Destinos” (1949)

77
Ian Whittaker

“Retorno à Howard Ends” (1992)

76
George Nelson

“O Poderoso Chefão II” (1974)

75
Ernst Fegte

“Gaivota Negra” (1945)

74
Angelo Graham

“O Poderoso Chefão II” (1974)

73
Harry Horner

“Desafio à Corrupção” (1961)

72
Angelo Graham

“Apocalipse Now” (1979)

71
Wiard Ihnen

“Wilson” (1944)

70
Robert Priestley

“Férias de Amor” (1955)

69
Gil Parrondo

“Nicholas & Alexandra” (1971)

68
William Kiernan

“Nosso Amor de Ontem” (1973)

67
Van Nest Polglase

“Cidadão Kane” (1941)

66
Richard Pefferle

“Madame Bovary” (1949)

65
Leland Fuller

“Laura” (1944)

64
Ted Haworth

“Sayonara” (1957)

63
Tambi Larsen

“A Rosa Tatuada” (1955)

62
Stephen Goosson

“Horizonte Perdido” (1937)

61
Julia Heron

“Spartacus” (1960)

60
Joseph Kish

“A Nau dos Insensatos” (1965)

59
James Basevi

“A Canção de Bernadette” (1943)

58
Dean Tavoularis

“O Poderoso Chefão II” (1974)

57
William Cameron Menzies

“Mulher Cobiçada” (1928)

56
Michael Ford

“Titanic” (1997)

55
Henry Bumstead

“Golpe de Mestre” (1973)

54
George Gaines

“O Céu Pode Esperar” (1978)

53
Gene Callahan

“America, America” (1963)

52
Dario Simoni

“Doutor Jivago” (1965)

51
Vernon Dixon

“Oliver!” (1968)

50
John Meehan

“20000 Léguas Submarinas” (1954)

49
Lionel Banks

“Ana dos Mil Dias” (1969)

48
Jack Otterson

“Louca Por Música ” (1938)

47
Frank McKelvy

“Terremoto” (1974)

46
Darrell Silverar

“Cidadão Kane” (1941)

45
Carroll Clark

“Mary Poppins” (1964)

44
Francesca Lo Schiavo

“Hamlet” (1990)

43
William Horning

“Gigi” (1958)

42
Preston Ames

“Sinfonia em Paris” (1951)

41
Leslie Dilley

“Os Caçadores da Arca Perdida” (1981)

40
Ken Adam

“As Loucuras do Rei George” (1994)

39
Robert Clatworthy

“A Nau dos Insensatos” (1965)

38
Edward Boyle

“Se Meu Apartamento Falasse” (1960)

37
Dante Ferretti

“O Aviador” (2004)

36
Urie McCleary

“Pattom, Rebelde ou Herói?” (1970)

35
Stuart Reiss

“O Diário de Anne Frank” (1959)

34
Richard Sylbert

“Dick Tracy” (1990)

33
Norman Reynolds

“Star Wars” (1977)

32
Keogh Gleason

“Sinfonia em Paris” (1951)

31
Howard Bristol

“Ídolo, Amante e Herói” (1942)

30
Arthur Krams

“Lili” (1953)

29
Russell Gausman

“Spartacus” (1960)

28
William S. Darling

“A Canção de Bernadette” (1943)

27
Walter Tyler

“Os Dez Mandamentos” (1956)

26
Boris Leven

“Amor, Sublime Amor” (1961)

25
Emile Kuri

“20000 Léguas Submarinas” (1954)

24
Stuart Craig

“O Paciente Inglês” (1996)

23
John Box

“Lawrence da Árabia” (1962)

22
Jack Martin Smith

“Viagem Fantástica” (1966)

21
Joseph Wright

“Minha Namorada Favoríta” (1942)

20
Edward Carfagno

“Ben-Hur” (1959)

19
Henry Grace

“Gigi” (1958)

18
Paul Groesse

“Virtude Selvagem” (1946)

17
John DeCuir

“Alô, Dolly!” (1969)

16
Roland Anderson

“Bonequinha de Luxo” (1961)

15
Ray Moyer

“Crepúsculo dos Deuses” (1950)

14
George James Hopkins

“My Fair Lady” (1964)

13
Hugh Hunt

“Ben-Hur” (1959)

12
Paul S. Fox

“O Rei e Eu” (1956)

11
George W. Davis

“O Manto Sagrado” (1953)

10
Alexander Golitzen

“O Sol é Para Todos” (1962)

9
Hal Pereira

“A Rosa Tatuada” (1955)

8
Hans Dreier

“Sansão & Dalila” (1950)

7
Walter M. Scott

“Cleópatra” (1963)

6
Thomas Little

“A Malvada” (1941)

5
Richard Day

“Um Bonde Chamado Desejo” (1951)

4
Sam Comer

“Crepúsculo dos Deuses” (1950)

3
Lyle Wheeler

“…E o Vento Levou” (1939)

2
Edwin Willis

“Assim Estava Escrito” (1952)

1
Cedric Gibbons

“Sinfonia em Paris” (1951), “Flores do Pó” (1941), “À Meia Luz” (1944),
“Júlio Cesar” (1953), “Quatro Destinos” (1949), “Orgulho e Preconceito” (1940),
“Marcado Pela Sarjeta” (1956), “Assim Estava Escrito” (1952),
“A Ponte do Rio São Luis”(1928), “A Viúva Alegre” (1934)
& mais 40 Indicações ao OSCAR em mais de 1000 filmes!

Article Tags:
Article Categories:
RANKINGS

Comments

  • Marfil,

    fiz uso de algumas apostas suas pro Oscar 2009 lá no Epílogo, mas dei o devido crédito, certo? Espero não ter problema. Abraço!

    dr. drake 3 de março de 2008 0:49 Responder
  • Não conheço muitos desses trabalhos, especialmente porque na atual época de tecnologia se abandonou um pouco o trabalho tão necessário desses profissionais – por isso sempre fico encantado quando vejo uma direção de arte à moda antigo, como por exemplo a de “Sangue Negro”.

    Vinícius P. 2 de março de 2008 23:32 Responder
  • E Cedric Gibbons ainda criou o design da estatueta do Oscar. O cara entendia do ofício!

    Kamila 2 de março de 2008 18:07 Responder

Deixe uma resposta