A Repercussão dos Satellite Awards

Os Satellites quase não têm peso na corrida para o Oscar. Dissidência do Globo de Ouro, o grupo é visto como uma cópia sem muita expressão. E as categorias têm geralmente seis e até sete indicados, o que parece desmoralizar um pouco o prêmio.

Em todo caso, as indicações serviram para lançar novos nomes e reciclar outros. Lembraram, por exemplo, de O VIGIA, lançado no primeiro trimestre. Alías foi um belo resgate, digno de uma tropa de elite: Melhor Drama, Ator Coadjuvante, Roteiro Original, Trilha Musical e Edição. 5 Indicações justas. Boa lembrança e só. Outro que sai do ostracismo é ZODÍACO. Melhor Ator Coadjuvante (?!?), Roteiro Adaptado e Fotografia.

Mas no geral foi uma lista datada, SWEENEY TODD e JOGOS DO PODER esnobados, PIAF e LONGE DELA super valorizados. Cate Blanchett foi promovida à atriz principal por I´M NOT THERE, um erro. Digo erro, porque já vi esse filme com Maria Bello em MARCAS DA VIOLÊNCIA. O pessoal se confunde, metade vota em uma categoria, metade em outra e no fim a atriz fica sem indicação alguma. O estúdio precisa agir rápido.

O ASSASSINATO DE JESSIE JAMES promete surprender. Além de ator coadjuvante e fotografia (O tradicional para esse filme), ele ainda foi citado em Trilha Musical e Direção de Arte. Ou seja, parecem que estão gostando mais dele do que odiando. E notaram que DESEJO E REPARAÇÃO foi renegado à categorias técnicas? Muito pouco para um filme que é citado como favorito ao OSCAR. Seria um novo DREAMGIRLS?

Article Tags:
Article Categories:
AWARDS

Deixe uma resposta